Você está aqui: Página Inicial > Contents > Notícias > UFPB disponibiliza Tecnologias Assistivas a pessoas com deficiência
conteúdo

Notícias

UFPB disponibiliza Tecnologias Assistivas a pessoas com deficiência

CIA, SIUD e Nedesp oferecem apoio logístico e acadêmico a alunos da graduação
publicado: 14/08/2021 09h17, última modificação: 14/09/2021 15h41

"Tecnologias Assistivas são uma área do conhecimento, de característica interdisciplinar, que englobam produtos, recursos, metodologias, estratégias, práticas e serviços que objetivam promover a funcionalidade, relacionada à atividade e participação de pessoas com deficiência, incapacidades ou mobilidade reduzida, visando sua autonomia, independência, qualidade de vida e inclusão social". Este é o conceito do Comitê de Ajudas Técnicas (CAT), no Brasil, instalado pela portaria n° 142, de 16 de novembro de 2006.

Basicamente, Tecnologias Assistivas são todo o conjunto de recursos e serviços que auxiliam na ampliação das habilidades funcionais de Pessoas com Deficiência (PcDs), promovendo mais independência e inclusão na sociedade.

Recursos são todos os itens, equipamento (ou parte), produto ou sistema fabricado em série ou sob medida que sirvam para incrementar, manter ou elevar capacidades funcionais das pessoas com deficiência. Os recursos podem ser simples, como uma bengala, ou complexos, como um software e englobam acessórios para mobilidade, comunicação e percepção sensorial.

Os serviços são usados para ajudar PcDs a comprar ou utilizar os recursos, que vão de avaliações de produtos a experimentação e até mesmo treinamentos para uso de novos equipamentos. A transdisciplinaridade é uma característica dos Serviços de Tecnologia Assistiva, englobando, então, diversas áreas, como arquitetura, design, engenharia, medicina, psicologia, educação, fisioterapia, fonoaudiologia, enfermagem, terapia ocupacional, entre outras especialidades técnicas.

As Tecnologias Assistivas são organizadas em categorias, a fim de servir ao estudo e pesquisa para desenvolvimento de melhores recursos para atender às necessidades do usuário alvo:

1. Auxílios para a vida diária: materiais para auxílio em atividades rotineiras (cozinhar, comer, banhar-se etc);

2. CAA (CSA)- Comunicação aumentativa (suplementar) e alternativa: recursos para pessoas sem fala ou com limitações nesta;

3. Recursos de acessibilidade ao computador: equipamentos, auxílios alternativos, teclados, acionadores ou softwares que permitem o uso do computador por PcDs;

4. Sistemas de controle de ambiente: controle remoto de equipamentos para pessoas com limitações motoras e/ou locomotoras.

5. Projetos arquitetônicos para acessibilidade: adaptações estruturais (rampas, elevadores, banheiros adaptados etc).

6. Órteses e próteses: ajusta ou substitui partes do corpo que estão ausentes ou com funcionamento comprometido;

7. Adequação Postural: adaptações para cadeiras de rodas para melhorar a estabilidade e a postura do corpo (tronco, cabeça ou membros).

8. Auxílios de mobilidade: melhoram a mobilidade da pessoa (cadeiras de rodas, andadores, veículos motorizados).

9. Auxílios para cegos ou com visão subnormal: lupas, lentes, Braille para equipamentos com síntese de voz, telas com fontes ampliadas, entre outros recursos;

10. Auxílios para surdos ou com déficit auditivo: aparelhos para surdez, sistemas com alerta táctil-visual, entre outros.

11. Adaptações em veículos: acessórios para condução de veículos, veículos adaptados e elevadores para cadeiras de rodas.

Na UFPB

O Comitê de Inclusão e Acessibilidade (CIA) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) fornece, por empréstimo, as seguintes tecnologias assistivas para os estudantes com deficiência visual: notebooks com leitores de tela instalados e gravadores de voz digitais. O CIA também gerencia o programa denominado “Aluno Apoiador”, que objetiva captar discentes, com pagamento de bolsas, para que deem apoio logístico e acadêmico para os alunos com deficiência matriculados nos cursos de graduação.

Além do CIA, o Serviço de Inclusão de Usuários com Deficiência (SIUD), da Biblioteca Central, e o Núcleo de Educação Especial (Nedesp), do Centro de Educação, atendem alunos com deficiência visual. O SIUD e o Nedesp contam com impressoras Braille, scanners ledores Sara CE, máquinas Perkins (digitação em Braille), regletes e punções (escrita em Braille), bengalas, livros e periódicos em Braille e/ou em formato digital acessível.

Abaixo, os links de algumas empresas ou sites que comercializam Tecnologias Assistivas:

Ilustração: Brian Latam